Chuveiro

19:06

Ligar o chuveiro me deixou aflita, sabia que a água estaria gelada o suficiente para me levar de volta à realidade. Tudo mudou em poucos segundos, eu ainda estava extasiada com a coragem que eu tinha ganho para dar o próximo passo, eu estava pronta para mostrar minha habilidade ao mundo. Porém, o tempo foi vilão. Por conta dele eu descobri a impossibilidade de meu sonho, por conta dele perdi todo o tesão pelas coisas mais simples que me faziam bem.
O tempo me machucou, mas lembrar da minha localização doeu um pouco mais. O tempo e distância que me separam do meu objetivo trouxeram motivos para odiar onde estou e o que quero. Aqui, nada me trouxe oportunidade, nunca foi ou será suficiente.
Dói. Dói odiar o lugar que me acolheu por tanto tempo, lugar no qual já foi meu berço e acalento, lugar no qual estará de braços abertos para todas as vezes em que o mundo for mau. Porém, como se poder amar algo que tirou sonhos e partes minhas, fazendo restar apenas o medo?

Ligar o chuveiro, água gelada, banho frio da realidade.
Ligar o chuveiro, ligar as lágrimas, esconder o grito com música alta.
Ligar o chuveiro, ligar o medo, apagar a luz.
Ligar o chuveiro, desligar o motor, adeus para a dor.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe